O Que Não te Contaram Sobre o Day Trade

Operar na bolsa é uma atividade que exige diversas qualidades de um operador/investidor para que esse se mantenha sóbrio e numa direção retilínea.

No entanto, nos últimos tempos, passamos por uma glamourização de um prazo operacional cujo as estatísticas revelam ser “mortífero” para a maior parte das pessoas.

O day trade, operação em que sua abertura e encerramento se dá no mesmo pregão, seduz muitos novatos na esperança de conseguir lucros rápidos e suposta independência.

No entanto, em 2010, Barber, Lee, Liu e Odean, investigaram ( artigo  )  a performance  de 130.000 daytraders de Taiwan ao longo de 15 anos e constataram que a minoria consegue ser lucrativa, após pagamento de taxas e impostos, no longo prazo.

Abaixo, apresento a taxa de sobrevivência dos day traders ao longo do tempo de permanência no mercado apontada pelo estudo.

Ou seja, em 6 meses, mais da metade dos daytraders já desistiu da atividade. Após cinco anos, 90% já foi expulsa do mercado. Esses número já tinham sido apresentados pelo Professor Terrance Odean, no livro clássico de Burton Malkiel Randon Walk Wall Street.

 

Capturar2

 

Apesar da realidade mostrar o oposto, muitos encantados com a possibilidade de lucros rápidos e suposta liberdade (que te obriga a ficar, muitas vezes, horas na frente do computador) ignoram os empecilhos atrelados a essa abordagem.

Nesse artigo vou apontar o que, normalmente, não é contado sobre o day trade!

 

1 – Custos operacionais

 

As empresas geralmente buscam aumentar a sua margem de lucro. Seja aumentando o preço de venda do seu produto/serviço, seja minimizando os custos do negócio.

Até certo ponto, será possível aumentar o preço de venda. Os custos, da mesma forma.

Quanto ao indivíduo que opera, “aumentar o preço de venda do seu “produto” significa buscar buscar operações mais eficientes, encerrar as operações nos melhores pontos possíveis. No entanto, quanto menor o prazo operacional, mais errático e complexo é o sinal. A maior parte do movimento, acaba sendo ruído.

Quanto a minimização dos custos, isso implica em realizar menos operações.

E é exatamente isso que o daytrade o força, aumentar os custos. Por isso um dos maiores inimigos do operador são os custos operacionais.

Um ponto chave a ser considerado é que a volatilidade média no intradiário é menor a cada time frame diminuído, enquanto os custos são fixos. Seja o de corretagem ou de emolumentos.  Ou seja, você precisa ser muito mais eficiente, num ambiente que te oferece menor espaço (e menos confiável) de movimentação.

Agora, gráfico da volatilidade média no gráfico de 15 minutos (3,13%):

 

1

 

Abaixo gráfico da volatilidade média no gráfico diário (29,91%):

d

 

Veja agora o impacto dos custos num modelo tradicional de operações no mini índice e no mini dólar

 

Custos-WIN1

 

custos-WDO

 

2 – Tempo de pregão

 

Uma operação de day trade é aquela em que seu encerramento se dá no mesmo dia à sua abertura.

No entanto, os sinais do gráfico intraday costumam ser mais erráticos, como já foi dito.

Muitas vezes vemos o mercado sinalizar um determinado movimento num gráfico intraday e somente em outro pregão converge para o lado esperado.

Veja abaixo o gráfico de GGBR4, que sinalizou compra num pregão, mas só foi andar no seguinte…

 

ggbr1

 

3 – Impostos

 

Os impostos são um tópico muito importante em qualquer área de atuação. Não é atoa o gigantesco número de Pós Graduações em gestão tributária, espalhadas pelas faculdades  do Brasil. País em que a carga de tributos é praticamente um terço do Pib.

No mundo do Trading não é diferente:

  • A taxa de 15% sobre o lucro em operações de posição  (que duram mais de uma dia), com limite de R$ 20.000,00 em vendas por mês;
  • A taxa incidente sobre operações de day trade é 20% sobre o lucro, sem limite de isenção; 

 

Nos EUA o percentual pode chegar a 28% sobre o lucro!

Fonte

 

4 – Aspectos Emocionais

 

Uma das grandes dificuldades de atuação, não só no intraday, estão relacionados aos desafios internos inerente a cada indivíduo.

Os aspectos emocionais nos impactam muito mais do que você imagina.

Mas no mercado nossos trades passados costumam impactar os seguintes.

 

  1. Um trade finalizado no lucro, tende a nos deixar mais otimistas e fazer com que corramos mais riscos nos próximos trades (efeito “dinheiro da casa”).
  2. Um trade finalizado no prejuízo, tende a nos deixar mais pessimistas e fazer com que fiquemos mais medrosos nos próximos trades.

 

5 – Slippage

 

Esse tema é polêmico e pouquíssimo tratado nas discussões de mercado.

Slippage é a diferença entre o preço que o seu sistema deveria ter executado a operação e o preço que de fato executou.

Quanto menor for o prazo operacional e maior o capital empregado, maior será o impacto da falta de liquidez, e consequentemente da slippage no seu modelo.

Veja o gráfico abaixo, denunciando o seu efeito.

Perceba que uma slippage média de 0,03 é capaz fazer com que um modelo vencedor se torne perdedor.

Chocante, não?

slippager

 

6 – Sistema resiliente

 

Resiliente é algo capaz de se adaptar a mudanças, a choques, a diferentes cenários.

Um sistema resiliente é aquele capaz de sobreviver aos diversos tipos de mercado:

  • Em tendência de alta
    • Com baixa volatilidade
    • Com alta volatilidade
  • Em tendência de baixa
    • Com baixa volatilidade
    • Com alta volatilidade
  • Em tendência indefinida
    • Com baixa volatilidade
    • Com alta volatilidade

Logicamente, o cenário ideal seria utilizarmos um modelo seguidor de tendência, quando estivermos em tendências direcionais. Um modelo que trabalha volatilidade, com alvos fixos, quando estivermos em períodos nessa condição inseridos.

No entanto, a verdade, é que para essas condições serem preenchidas precisaremos de uma bola de cristal!

 

Logo, encontrar esse tipo de modelo é muito complexo.

 

Pois além dos requisitos técnicos serem atendidos, precisamos ser resilientes emocionalmente!

É esse um dos motivos da existência da Messem no Alvo. O entendimento da situação de mercado para nos adequarmos de maneira mais apropriada.

É subjetivo? Sem dúvida! No entanto, quem disse que conseguimos ser objetivos diante da complexidade do mercado?

“É subjetivo, ou não conseguimos compreender tal complexidade?”

Forte Abraço!

Fábio Figueiredo

44 Comentarios

  • Gustavo carvalho Posted 19 de janeiro de 2017 01:46

    interessante Vlad, mas em relação ao custo das operações, qual a sua opinião sobre proprietary trading, as quais fornecem baixo custo para o trader, além de conhecimento e capital?

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 19 de janeiro de 2017 10:45

      Diminui um pouco o impacto do custo apenas. Nada além disso. As dificuldades do prazo seguem as mesmas.

      Muitas corretoras oferecem pacotes de corretagem, cujo o custo por trade fica mínimo e ainda assim, a maior parte da pessoas é perdedora no longo prazo.

      A única vantagem que vejo é que assim, o trader, TENDE a ser mais disciplinado. Pois precisa seguir as regras de controle de risco da empresa.

  • btplgr Posted 3 de fevereiro de 2017 10:41

    Excelente artigo. O canto de sereia do lucro rápido e sem esforço leva muitas pessoas a perder dinheiro, não só na bolsa mas também em esquemas de pirâmide, loterias e outros meios diversos. Entendo que a pressão emocional é um dos determinantes para isso (ganha-se menos no DT e às custas de muito estresse, enquanto no ST, por exemplo, podemos deixar prazos abertos e determinar alvos de acordo com True Range ou resistências). Todos deveriam ler esse texto antes de pensar em operar no DT. Vou compartilhar com meus amigos.

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 3 de fevereiro de 2017 11:11

      Por favor compartilhe 😉

      abs

  • Mario Hessel Posted 23 de março de 2017 00:17

    Vlad meu querido, os mini contratos e principais alvos do DT, foram criados para trazer ao mercado os pequenos investidores, visto que a margem é muito pequena para operar um mini contrato. Correto? Existem inúmeras estrategias, métodos, setups, bla bla bla… No resumo, operar DT, além dos custos e do emocional que retiram traders do game, pode ser lucrativo de alguma forma? Existem traders que falam em 5 operações de 150 pts no mês com mini índice! Pelo seu exemplo, o sinal se deu no fim do dia e andou no dia posterior!
    Se o camarada não cair na graça de fazer 200 operações por dia, imagino que de certa forma sairá positivo. Logo, a questão fundamental seria; realmente existem os tais 10% que lucram com DT!? De qualquer maneira, parabéns pelos artigos e pelo trabalho que vai além do mercado…

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 23 de março de 2017 09:07

      Olá Mario, obrigado comentário e por ler esse que considero o melhor texto do site.

      É claro que é possível ser lucrativo no daytrade. Apenas é difícil e não há aquele glamour que muitos vendem. Eu conheço sim pessoas bem sucedidas. No entanto, a maioria (inclusive eu) possui outras fontes de renda. O que favorece o desapego e o controle emocional.
      Abs!

  • Bianca Côa Posted 28 de junho de 2017 13:49

    Vlad, lendo o artigo, os comentários e considerando outros artigos acredito que o DT se transformou num produto rentável para as corretoras e as salas de DT numa vitrine para a divulgação de cursos. Como você mesmo disse a maioria das pessoas bem sucedidas em DT contam com outras fontes de renda. Nenhum desses inúmeros cursos disponíveis no mercado conseguem, com sucesso, preparar os interessados para viverem de DT. É uma pena.

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 28 de junho de 2017 14:49

      Oi Bianca!

      Três pontos.

      1 – Eu considero INTELIGENTE (e saudável) a pessoa ter mais de uma fonte de renda. (eu possuo diversas, por exemplo).

      2 – Quanto às corretoras e salas de daytrade, isso faz parte do sistema. E eu entendo. Afinal de contas é o que as pessoas querem…(tenho certeza que meu canal teria muito mais impacto se eu fomentasse esse estilo operacional).

      3 – Nenhum curso de nenhuma área vai conseguir te preparar integralmente para nada. O que realmente prepara é a vivência no mercado que vc trabalha, seja no trading, seja na medicina, engenharia, na gastronomia…

      Abraços

  • Wagner Posted 3 de julho de 2017 21:02

    “Dize-me com quem andas e eu te direi se vou contigo.” Barão de Itararé… Toda vez que pesquiso na web “investidores brasileiros ricos” só aparecem os nomes de Luiz Barsi, Lirio Parisotto, Guilherme Afonso Ferreira, Antonio José Carneiro, etc, todos “positions”…. Ai eu me pergunto: Cadê um daytrader rico pra compor esse grupo? Já ví que entrei numa furada….. tsc tsc tsc

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 4 de julho de 2017 09:48

      Wagner
      Eu ouso dizer que esse é o problema do brasileiro.
      Associar riqueza ao montante de capital que se tem na conta. Por isso tantos casos de corrupção em todas as esferas da sociedade, afinal o suce$$o só vem sendo “rico”, não é mesmo?
      Eu, por exemplo, prefiro ser um trader feliz e realizado com o que faço (o que pra mim é riqueza) do que ter bilhões na conta fazendo o que não me motiva à acordar diariamente.

      • Wagner Posted 30 de julho de 2017 18:20

        Cara, sinceramente, se tratando de bolsa de valores, como o próprio nome diz: “valores”, o meu sucesso é proporcional ao tamanho do rendimento gerado. E isso não é exclusividade do brasileiro. O mundo inteiro é assim. Felicidade eu encontro quando vou jogar bola com meu filho, passear com minha namorada ou viajar. Mas respeito sua opinião.

  • Jefferson Martins Posted 31 de julho de 2017 03:22

    Olá,

    Tenho uma dúvida você poderia esclarecer ?

    Eu gostaria de saber quanto tempo leva para um trader se tornar lucrativo e bem sucedido seguindo o caminho correto de estudar tudo o que é necessário e sem pular etapas. Sei que cada pessoa é diferente e que o tempo pode variar, porém qual seria o tempo em média que uma pessoa deve se dedicar para se tornar lucrativa no mercado ? Eu gostaria de saber o tempo para ter uma expectativa realista e para poder me planejar para ser um trader bem sucedido.

    Abs

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 31 de julho de 2017 14:22

      Jefferson

      Essa é uma pergunta realmente sem resposta ideal…

      Primeiramente é importante definir o seu conceito de “sucesso”… será que chegar “lá” realmente é a graça ou o caminho de aprendizado e crescimento pessoal (que o mercado proporciona) é o mais importante?

      Quanto a ser um trader lucrativo… ouso dizer que alguns nunca serão lucrativos… outros serão lucrativos por décadas e apenas uma operação arruinará o seu capital…outros não saberão lidar com períodos em que o mercado ficar errático (como ficou de 2010 à 2015)… Dois pontos aqui:

      1 – Ser um trader lucrativo, pra voce, é alguem que tem “renda fixa” num mercado de “renda variável”? (esquece…)

      2 – Ou um trader lucrativo é alguém que consegue na média é remunerar além da inflação?

      Mais uma vez, é uma pergunta complexa de ser respondida…

      Eu estou há 11 anos no mercado e agradeço por não saber tudo e “não ter chego lá”… Pois tenho certeza que se isso algum dia acontecer, não terei mais prazer algum em acordar pelas manhãs…

      Abraços

      • João Posted 18 de fevereiro de 2018 12:25

        Vlad, isso foi poesia pura, parabéns fera!Vou usar esse argumento e indicar a página a meus amigos! Quanto a daytrade por hora estou em uma maré de constância(com lucro), ouso a dizer que quem ganha dinheiro no mercado opera da forma que opero, li algo sobre minha forma de operar e lembro que o que vi, me derrubou bastante, ao me passar a informação que eu ganharia 99% das vezes mas a única vez que eu perder vou perder tudo, estou ciente que vai ter o dia que quebrarei a cara! Devido a isso todo meu lucro diario uma parte converto em Titulos, na semana seguinte converto em ETFs e repito o processo e logo terei um montante para operar em ações que é o que gosto e sinto feliz, mas por hora preciso do mercado futuro, vamos que vamos, espero quebrar a cara quando já estiver com esse montante! Parabéns pela matéria!

  • Elton Posted 1 de agosto de 2017 11:05

    Ola Vlad,
    Supondo que eu tenha 5mil é melhor investir em renda fixa (tesouro direto), ou ações.
    Sou técnico eletrônico mas queria viver de dividendos em quanto tempo eu conseguiria isso investindo em cada um dos modelos acima. meu objetivo é de 10 a 15 anos não trabalhar mais isso é possivel? poderia investir 500/mês no tesouro direto nesse periodo

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 1 de agosto de 2017 18:05

      Elton

      Supondo uma taxa 10% ao ano em 15 anos você teria um montante de R$ 220.000,00.

      Após ter acumulado esse valor se obtiver rentabilidade de 0,80% ao mês terá 2mil de renda mensal.

      Para possuir uma renda maior, precisará poupar um valor maior e por mais tempo. Procurar uma taxa maior, fará com que você se exponha ao risco demasiadamente.

      Abs

  • Miler Roschel Posted 11 de agosto de 2017 11:47

    Bom dia, primeiramente parabéns pelos artigos. É possível começar a operar o mini-dolar com 1.000 reais?

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 11 de agosto de 2017 14:56

      É possível.
      No entanto opere com o intuito de APRENDER e com apenas UM contrato.
      Abs

  • Sérgio Posted 12 de agosto de 2017 16:21

    Excelente artigo, nao a toa que os Day traders vivem de vender curso.

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 14 de agosto de 2017 11:24

      Os daytraders inteligentes buscam outra fontes de renda sabendo que contar unica a exclusivamente com renda do mercado é algo não apropriado para a saúde mental à longo prazo.

  • Carlos Haddad Posted 12 de setembro de 2017 14:41

    Belo artigo Vlad! Quando comecei a operar perdi muito dinheiro na bolsa operando daytrade por seguir a ideia de “pseudo analistas” que ficam incentivando esse tipo de operação para maximizar o lucro das corretoras através da corretagem. A grande dica que deixo para quem está começando é: busque seguir analistas sérios pois o que mais tem nesse mercado é vendedor de sonhos. Parabéns Vlad pela seriedade e transparência do seu trabalho.

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 13 de setembro de 2017 09:37

      Bacana, Carlos!

      Tamo junto.

      Abs

  • mjsanches Posted 25 de setembro de 2017 11:40

    Oi Vlad, parabéns pela dedicação em compartilhar seu conhecimento e experiência conosco de forma tão clara e objetiva. Penso que DayTrade é difícil, leva seu emocional ao extremo, 20% de IR é um roubo, mas é uma das poucas saídas pra quem quer “viver de bolsa” mas ainda não tem capital. Estou estudando DayTrade em tempo integral a 18 meses e espero aprender chaves importantes contigo. Abraço.

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 25 de setembro de 2017 13:31

      Tamo junto amigo!
      Obrigado pela palavras..

      abs

  • alfredog Posted 25 de setembro de 2017 12:03

    Vlad, gostaria de ver um material para swingtrade e position, na verdade mais para position porque minhas operações praticamente ficam sempre no position

  • henriques78 Posted 25 de setembro de 2017 13:57

    top top.. vlw Vlad, impressionante a
    sua franqueza ao abordar o tema. Parabéns.

  • fabioesc Posted 26 de setembro de 2017 08:15

    Bom dia Fábio!!!
    Ótimo material. Muito ilustrativo e esclarecedor. Contudo tenho uma dúvida em relação ao IR: Me são cobrados 20% em meus trades vencedores até aí bem compreendido. Contudo, em relação as minhas perdas que se dão pelos “stops”, esses valores perdidos me servem de crédito tributário, ou seja, posso abater o saldo das minhas operações perdedoras do total de IR que devo pagar? Um abraço e muito obrigado!!!

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 27 de setembro de 2017 09:07

      Sim, logicamente, pode abater.

      IR é sobre o saldo positivo do mês.

      Abs

  • Antonio Marcos Posted 26 de setembro de 2017 15:45

    Obrigado pelas dicas Vlad. Sou iniciante e gostei bastante das informações. Ecelente video. Valeu Abraços.

  • Marcos antonio RAMPAZO morales Posted 26 de setembro de 2017 18:42

    Excelente Vlad,
    Meu foco serão as operações no sainha
    No entanto não posso deixar de acompanhar sua disponibilidade em ceder conhecimento,free, de qualidade primorosa.
    Além disso trader sem operar day trad não é trader de confiança.
    Grato pela oportunidade.abraço forte

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 27 de setembro de 2017 09:06

      Fala, Marcos.

      Não é preciso fazer day trade para ser um ótimo trader não…

      Abs

  • Sergio sds Posted 28 de setembro de 2017 12:31

    Parabéns Vlad!

    Estou organizando minhas atitudes, reavaliando riscos e sobretudo, mitigando as exageradas expectativas , visando estabelecer convívio saudável com este mercado de renda variável, que é sem dúvida, muito instigante.
    Isso a partir dos vídeos e, acompanhamento diário que faço de suas operações.
    Por enquanto, muito obrigado!
    Sergio Silva

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 29 de setembro de 2017 09:53

      Fico muito feliz com seu relato!

      Obrigado e conte conosco! abs

  • Henrique Castro Rangel Posted 30 de setembro de 2017 18:13

    Muito prática a abordagem sobre o tema, a novidade está na forma de como perder menos e ganhar mais com os ajustes do tempo.

  • markim2000 Posted 5 de novembro de 2017 18:14

    O primeiro trade que vejo falar claramente sobre day trade, “por trás dos bastidores”. Parabéns Vlad.

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 7 de novembro de 2017 09:10

      Essa é a ideia.

      Abs

  • Carlostanabe Posted 29 de novembro de 2017 13:20

    Vlad gostaria de sua opinião . Tenho cerca de 15.000,00. Onde seria melhor eu focar meus esforços ???. Digo o que seria melhor operar travas, mini indice ou ações.???. Obrigado e parabéns

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 29 de novembro de 2017 14:07

      Eu operaria somente travas, indice e milho.

  • Fabio Figueiredo Posted 27 de dezembro de 2017 10:09

    Bom dia Vlad, por uma mera coincidência meu nome é Fábio Figueiredo. Estou buscando formas de aumentar meus ganhos sem comprometer minha renda, sou totalmente leigo mas muito interessado, achei muito interessante o day trade pois sou muito controlado financeira e emocionalmente para negócios. Você poderia indicar por onde começo a estudar para me desenvolver nesta área. Obrigado.

  • Dino Posted 15 de fevereiro de 2018 10:41

    Oi, Vlad! Parabéns pelo artigo, bastante realista. Estou estudando e ouvindo muitos pontos de vista antes de ir á prática. Tenho uma pergunta:
    Na operação de DT com ações, quantas ações e qual faixa de valores unitários (por ação) seria recomendável operar, sem considerar alavancagem?

    • Vlad – Fabio Figueiredo Posted 16 de fevereiro de 2018 16:51

      Dino

      obrigado pelas palavras

      Assista esse video para você entender como descobrir o tamanho da mão nos trades
      https://youtu.be/70fXOjMop3I

      Abs

Comentários

Seu email não sera públicado. parametros obrigatorios *

© 2016 Messem No Alvo | Todos os direitos reservados